PDF sobre Francesco Carnelutti: 1 a 7 de 7 livros digitais em Português para o Kindle da pesquisa em BuscaPDF [am]

As misérias do processo penal (Portuguese Edition)

amazon.com/As-mis%C3%A9rias-processo-penal-Portug...
Um dos grandes expoentes da escola jurídica italiana, Francesco Carnelutti teve influência decisiva nos principais processos julgados em seu país. Nesta obra, o autor mostra todo o drama da Justiça Penal, discorrendo sobre o papel do Juiz, do Ministério Público, do advogado e do acusado. Ao expor o sofrimento do advogado no pretório e sua humilhação enquanto defensor, nos mostra toda a nobreza e habilidade necessárias para o pleno exercício da profissão. Apresenta as dificuldades que o magistrado enfrenta ao sentenciar, e o drama do réu, mesmo quando absolvido por insuficiência de elementos. Analisa, ainda, o papel da imprensa, seus excessos e influência no andamento dos processos. Descrevendo a temática do seu tempo, o autor traz luz às principais questões discutidas na atualidade.
Publicado por: Editora Pillares |
Detalhes sobre o livro digital: Kindle Edition, 70 páginas

COMO SE FAZ UM PROCESSO (Portuguese Edition)

amazon.com/COMO-SE-FAZ-PROCESSO-Portuguese-ebook/...
O objetivo principal de Francesco Carnelutti nesta obra é lecionar as etapas e as idiossincrasias de um processo de forma mais didática. Neste mister ele comenta: “Um aspecto comum, entre outros, à representação e ao processo éque ambos têm leis próprias, mas, se o público que os assistir não as conhece, não compreenderá coisa alguma”.6 Como bom educador que sempre foi, ele queria ensinar passo a passo até mesmo para o leigo, a importância e o andamento linear dos processos. Não devemos olvidar que o processo é a junção de regras públicas que fazem transparecer o veículo que conduz os direitos subjetivos e os deveres jurídicos das partes. Por isso, deve ser cristalino e de fácil compreensão.
Data de publicação: 26/07/2016
Detalhes sobre o livro digital: Kindle Edition, 98 páginas

A PROVA CIVIL: Parte Geral - O Conceito Jurídico da Prova (Portuguese Edition)

amazon.com/PROVA-CIVIL-Conceito-Jur%C3%ADdico-Por...
Quando Carnelutti, na idade de trinta e seis anos, publicou em 1915 (ano de sua ascensão à cátedra processualística paduana) a Prova civil, tinha nas costas uma breve experiência como civilista, iniciada em 1903 com os estudos em matéria de infortúnios no trabalho (depois recolhidos nos dois volumes de 1913 e 1914) e continuada, a partir de 1909, com estudos de direito do trabalho e de direito comercial e industrial, que lhe valeram o encargo à Bocconi antes e a cátedra de Catania depois. Podemos pedir, a nós mesmos, portanto, por quais vias Carnelutti tenha atracado num estudo rigorosamente processualístico da prova civil, um tema por ele tocado de leve somente em algumas notas de jurisprudência sobre a forma escrita dos contratos (Riv. dir. comm., 1909, II, 580; 1911, II, 616) e sobre o ônus da prova da novidade da marca (aí, 1914, II, 439). A resposta a dá o próprio Carnelutti no prefácio da primeira edição da Prova civil, onde indica como “um aspecto saliente do progresso da teoria geral do direito o trabalhoso processo de desintegração do fenômeno jurídico substancial das formas de sua realização judiciária”. Enquanto tal evolução – ele afirma – está muito avançada “sobre o ponto da distinção entre ação e direito subjetivo”, diversamente estão as coisas “sobre a linha que separa a existência do direito da sua prova”, e os confirmam institutos como aquele “do ônus da prova ou o outro da forma documental do negócio, cuja teoria apresenta ainda um amálgama tão compacto de elementos substanciais e de elementos processuais que se deve reconhecer que aqui a respectiva autonomia das duas ordens jurídicas não é ainda madura”.
Data de publicação: 26/07/2016
Detalhes sobre o livro digital: Kindle Edition, 242 páginas

COMO NASCE O DIREITO (Portuguese Edition)

amazon.com/NASCE-DIREITO-Portuguese-Francesco-Car...
"Como Nasce o Direito" foi publicado e estreou para o afã dos estudiosos da ciência jurídica no ano de 1961. Nesta obra, Carnelutti já inicia definindo a concepção de Direito aos seus olhos: “Um conjunto de leis que regulam a conduta dos homens”. Antes, entretanto, chama atenção que esse conceito é “uma definição empírica, mas provisoriamente aceitável”.Quanto aos juristas, Carnelutti chama-os de operadores do direito. Para ele, “os juristas são os que fabricam o direito. São operadores, sim, mas operadores qualificados; tanto é assim que, antes de fabricá-lo, estudam-no, precisamente na Universidade”.
Publicado por: Pillares | Data de publicação: 23/06/2016
Detalhes sobre o livro digital: Kindle Edition, 53 páginas

O PROBLEMA DA PENA (Portuguese Edition)

amazon.com/PROBLEMA-PENA-Portuguese-Francesco-Car...
"O Problema da Pena" foi publicado e estreou para o afã dos estudiosos da ciência jurídica no ano de 1945. Nesta obra, Carnelutti já inicia alertando sobre a necessidade de um estudo mais dissecado da pena como sanção: “Sabemos hoje muitas coisas em relação ao delito; mas muitas menos em relação à pena; e o pouco que se sabe dela é mais do lado do corpo que do lado do espírito. É hora de procurar reagircontra esse abandono”.Carnelutti nos faz entender que a prisão já cerceia um dos bens mais importantes da vida: a liberdade. Devemos sim, punir os infratores com a privação de suas liberdades,já que a prisão, no momento, é a “pena por excelência”, mas para isso devemos dar condições humanas para uma regeneração de corpo e do espírito. Uma educação de base somada com condições salutares fornecerão ao reeducando o seu retorno à sociedade que lhe expurgou do seu meio. Não devemos desejarprisões parecidas com os antigos porões medievais ou calabouços sombrios.
Publicado por: Pillares | Data de publicação: 23/06/2016
Detalhes sobre o livro digital: Kindle Edition, 64 páginas

Arte do direito (Portuguese Edition)

amazon.com/Arte-direito-Portuguese-Francesco-Carn...
Carnelutti, excelente escritor no campo do direito, nesta obra entrou no campo filosófico e especulativo (...). Entusiasta da matéria penal, estudou o relativo direito, com paixão e interesse, e entrou no campo nebuloso do espírito humano, procurandopôr em luz apectos individuais, generalizando-os a todos os inquilinos das prisões e aos não-inquilinos. Mistura, com uma análise toda particular, a arte no sentido clássico da expressão (pintura, escultura, música, poesia, literatura, etc.) com a arte de quem emite uma lei. O legislador escreve uma lei que deverá ser obedecida, caso contrário, transgredindo-a, incorrer na pena, portanto ele pensa e analisa a conduta do homem na sociedade para permitir a convivência pacífica entre os indivíduos. Nessa tarefa jurídica, o legislador é frio, nele domina o rígido espírito da lei, que, como se costuma dizer, é cega. O legislador pensa com o cérebro e escreve sem emoção. "Dura lex, sed lex". O artista sente com a alma, com o espírito no qual domina o estro que lhe faz criar a obra de arte. Dando essa qualidade a quem escreve um código, é o mesmo que equiparar quem escreve um livro de culinária ao cozinheiro que deve realizar a fórmula de maneira que, quem come, possa gozá-la e saboreá-la. A arte culinária não entre no Éden das artes sumas: aquela é material, estas são espirituais. Ao abordar o problema do amor, que Carnelutti generaliza em todo o campo da atividade do indivíduo, dando como exemplo a conduta de Jesus na Terra entre os homens, o que para ele seria o mundo ideal, entre quase num muindo utópico, como as personagens do famoso livro crítico "Cândido" de Voltaire.
Publicado por: Editora Pillares | Data de publicação: 23/06/2016
Detalhes sobre o livro digital: Kindle Edition, 65 páginas

Metodologia do direito (Portuguese Edition)

amazon.com/Metodologia-direito-Portuguese-Frances...
Indicamos aos alunos das ciências sociais, obrigatório aos estudiosos das ciências jurídicas e leitura informativa àqueles que estudam o método científico, visando, de algum modo, testar as hipóteses formuladas nos projetos de pesquisas.
Publicado por: Editora Pillares | Data de publicação: 23/06/2016
Detalhes sobre o livro digital: Kindle Edition, 70 páginas
[1]
© 2016 BuscaPDF.com.br - Todos os direitos reservados