em Portuguêsem outros idiomas

Contrafogos 1: táticas para enfrentar a invasão neoliberal

O sociólogo Pierre Bourdieu reuniu neste livro artigos, discursos e entrevistas que retratam de suas ideias e propostas. O autor investe aqui contra o mercado livre, a ditadura da mídia, o FMI, além de responder a críticos e a desafetos. Seja discursando a favor de grevistas ou esclarecendo sua postura diante da dominação dos meios de comunicação, Bourdieu mostra aqui a indignação de seu pensamento.
151 páginas | publicado por Zahar em 1998

Pierre Bourdieu e o campo da comunicação: por uma teoria da comunicação praxiológica

Sem descrição
193 páginas | publicado por EDIPUCRS em 2005

Pierre Bourdieu: Questões de

Neste livro, o autor, a partir do pensamento de Pierre Bourdieu e sua proposta de construção de uma Economia das trocas simbólicas, elabora uma série de considerações sobre o processo de formação de um problema de pesquisa, o papel dos ritos de instituição e a formação da illusio, as relações entre o espaço social, o gosto e os estilos de vida, as 'mediações' que o habitus realiza nesse processo, o poder simbólico e o papel dos porta-vozes nas lutas simbólicas, as relações entre os discursos e os mercados simbólicos e o exercício de objetivação.
242 páginas | publicado por Annablume em 2007

Contrafogos 2: por um movimento social europeu

Com a veemência característica, Pierre Bourdieu continua investindo contra os efeitos perversos da globalização. Nesse segundo volume de 'Contrafogos', além de conclamar os intelectuais a engajarem-se nessa luta, reivindica um movimento social europeu unificado - sindicatos, mídia, acadêmicos -, capaz de se opor às forças econômicas atualmente dominantes.
115 páginas | publicado por Zahar em 2001

Usos sociais da ciência

Livro que leva o título da conferência, seguida de debate, realizada no Instituto Nacional da Pesquisa Agronômica (INRA), pode ser classificado como uma sociologia da produção científica que se vale da teoria dos campos sociais, para discutir questões relevantes. O autor acredita que a luta pela 'verdade' científica no interior do campo é um jogo de lucros e perdas e que os 'campos científicos' são o espaço de confronto necessário entre duas formas de poder que correspondem a duas espécies de capital científico; o social (ligado à ocupação de posições importantes nas instituições científicas) e o específico (que repousa sobre o reconhecimento pelos pares, também o mais exposto à contestação). Sob sua ótica, essas contradições podem ser ultrapassadas com a sociologia da ciência.
86 páginas | publicado por UNESP em 2004

Razões Práticas: Sobre a Teoria Da Ação

Esse livro apresenta um retorno reflexivo sobre o conhecimento acumulado e os fundamentos de minhas pesquisas anteriores (...) e um primeiro balanço dos trabalhos que venho fazendo sobre a gênese do Estado e sobre a economia dos bens simbólicos. (...) não leiam o livro como um simples instrumento de reflexão, um simples suporte da especulação teórica e da discussão abstrata, mas como uma espécie de manual de ginástica intelectual, um guia prático para uma pesquisa prazenteira, desejosa de trazer a todos esta compreensão rigorosa do mundo que, estou convencido, é um dos instrumentos de liberação mais poderosos com que contamos. (P.B.)
224 páginas | publicado por Papirus Editora em 1996

Bourdieu & a Educação

Voltada principalmente para educadores, pesquisadores, estudantes dos cursos de pedagogia e licenciaturas e demais interessados em Educação, a Coleção Pensadores & Educação apresenta seu quinto título. Esta obra analisa o pensamento de Pierre Bourdieu, autor que teve o mérito de formular, a partir dos anos 60, uma resposta original, abrangente e bem fundamentada, teórica e empiricamente, para o problema das desigualdades escolares. Essa resposta tornou-se um marco na história, não apenas da Sociologia da Educação, mas do pensamento e da prática educacional em todo o mundo.
128 páginas | publicado por Distribuidora Autentica LTDA em 2009

Usos & abusos da história oral

Este livro fornece dados para uma ampla reflexão teórica e metodológica sobre aspectos polêmicos da história oral, lugar de contato e intercâmbio entre a história e as demais ciências sociais e do comportamento, cuja peculiaridade reside na proximidade entre o historiador e os acontecimentos que analisa. As questões abordadas envolvem a definição e o status de história oral, seus usos e suas possibilidades metodológicas.
277 páginas | publicado por FGV Editora em 1996

Teoria Crítica No Século Xxi

Sem descrição
324 páginas | publicado por Annablume em 2007

A construção social da subcidadania

Este livro pretende ser uma alternativa teórica às questões centrais da reflexão sobre a singularidade de sociedades periféricas como a brasileira, abordando os temas da subcidadania, da naturalização da desigualdade e da singularidade do processo de modernização entre nós. O objetivo é elaborar uma concepção teórica alternativa, tanto em relação às abordagens personalistas, patrimonialistas e 'hibridistas' destes fenômenos, quanto em relação às percepções conjunturais e pragmáticas que perdem o vínculo com qualquer realidade mais ampla e totalizadora.
207 páginas | publicado por Editora UFMG em 2003
  1    2    3    4    5    6    7    8    9    10   Próxima »   Última página »