PDF sobre meio ambiente: 1 a 10 de 1969 arquivos da pesquisa em BuscaPDF [gl]

Edite e converta arquivos PDF para Word, Excel, PowerPoint e HTML de forma rápida e eficiente

O Meio Ambiente em Facetas

https://play.google.com/store/books/details?id=qaXnsopVpnIC&...
'O Meio Ambiente em Facetas' nasce a partir do estudo ecológico do Grupo de Pesquisa Direito Ambiental. A obra trata dos assuntos relativos à proteção da identidade e memória dos bens ambientais, a partir de execução de políticas públicas, como a sustentação das cidades que para tanto devem dispor de um arsenal de instrumentos jurídicos capazes de exigir, fiscalizar e executar serviços para alcançar o bem-estar da população, incluindo-se o resguardo do tombamento solicitado e exigido pela sociedade, de bens que façam parte do patrimônio cultural nacional, passando pela responsabilização civil do Poder Público e também pela responsabilização frente às infrações penais ambientais de menor potencial ofensivo, seja do particular, seja do ente público.
Publicado por Editora Baraúna
Detalhes sobre o arquivo: 310 páginas.

Política nacional do meio ambiente

books.google.com.br/books?id=3xthMaGBENUC&dq=meio+amb...
A obra oferece um balanço dos vinte e cinco anos da Lei 6.938/198, o qual, sem deixar de ser pluralista em sua diversidade de vozes, articula-se em uma leitura constitucional do Direito Ambiental contemporâneo. Princípios e Conceitos, Estrutura e instrumentos, Dano ambiental e responsabilidade civil, Tutela penal do meio ambiente e Prospecções, compõem os eixos que estruturam a obra. Traz anexo um quadro comparativo da Lei 6.938/1981.
Publicado por Editora del Rey em 01/01/2007
Detalhes sobre o arquivo: 627 páginas.

Meio Ambiente - Certificações Ambientais e Comércio Internacional - Biblioteca de Estudos em Homenagem ao Professor Arruda Alvim - 2a Edição - Revista e Atualizada

books.google.com.br/books?id=3F86J_Ys4mYC&dq=meio+amb...
O tema certificações ambientais' tem obtido destaque no comércio externo, em face da grande polêmica de qual seja o seu verdadeiro objetivo; barreira comercial não-tarifária, ou defesa do meio ambiente e proteção contra o dumping ecológico. O controle ambiental pode ser exercido pelo Estado, mediante legislação interna ou pela iniciativa privada, seguindo a matriz neoliberal de que o mercado regula-se por si só, ficando as questões ambientais cada vez mais submetidas às regras comerciais. A certificação concedida pela ISO confere condições aos países desenvolvidos para o estabelecimento e conservação de suas hegemonias no comércio externo. Já os países em desenvolvimento, carentes de recursos tecnológicos, e geralmente sem tradição de investimentos em pesquisas, enfrentam 'barreiras ecológicas' presentes no comércio internacional, por não se enquadrarem nos padrões estabelecidos por representantes daqueles países, que assumem a preeminência no processo de elaboração dos padrões ambientais. Em última análise, a padronização internacional de normas ambientais, representada pelas certificações conferidas pela ISO, tem como finalidade a facilitação do intercâmbio comercial entre os Estados, o que é incompatível com a sustentabilidade ecológica, que, por sua vez, requer um redirecionamento das economias nacionais para o âmbito local ou regional, com vistas à satisfação das necessidades locais, processo inverso ao da globalização econômica.
Publicado por Jurua Editora em 01/01/2007
Detalhes sobre o arquivo: 232 páginas.

Meio Ambiente E Ciencias Humanas

books.google.com.br/books?id=OYvjVs-f3b0C&dq=meio+amb...
Os textos aqui reunidos expressam a preocupação com o tratamento dado à problemática ambiental nas ciências humanas. Tal equacionamento já revela, de imediato, recusa em acatar o paradigma 'holístico' no trato da matéria, o qual, na maioria das vezes, em nome de uma visão integrativa entre os fenômenos naturais e sociais, acaba por gerar um empobrecimento significativo na análise dos processos políticos e econômicos. Não raro, nessa perspectiva, toda a riqueza e complexidade da vida social é reduzida a uma única variável de estudo denominada de 'ação antrópica'. Os malefícios desse reducionismo para uma efetiva e eficaz gestão do meio ambiente no País são numerosos, indo desde posturas iluministas e politicamente inviáveis no planejamento ambiental até a formulação de programas de cunho preservacionista que consideram o homem intruso em certos ecossistemas.
Publicado por Annablume em 27/07/2017
Detalhes sobre o arquivo: 161 páginas.

Turismo e planejamento sustentável

books.google.com.br/books?id=kvK5ujzbZdIC&dq=meio+amb...
Nesse livro, a autora analisa o 'novo turismo', surgido da necessidade dos moradores das grandes cidades de reencontro com a natureza, e discute as bases para uma convivência harmoniosa entre o desenvolvimento do turismo e a sustentabilidade dos recursos. Descreve o ciclo de vida de um produto turístico, o perfil psicográfico dos turistas e apresenta fórmulas para a determinação da capacidade de carga (carrying capacity), além de analisar o papel dos agentes operacionais e formentadores da atividade.
Publicado por Papirus Editora em 27/07/1997
Detalhes sobre o arquivo: 199 páginas.

Transporte e meio ambiente

books.google.com.br/books?id=2ZcWbEtcjgoC&dq=meio+amb...
O uso dos meios de transporte implica no consumo de recursos naturais e na produção de impactos negativos como congestionamentos, poluição e acidentes. O estudo destes impactos e dos níveis de consumo de recursos é importante tanto do ponto de vista ambiental, quanto do ponto de vista social, para identificar quem causa e quem sofre os impactos e como recursos públicos como as vias estão sendo distribuídos entre as pessoas. Desta forma, pode-se discutir alternativas de investimento no sistema de transporte e de distribuição dos benefícios e custos entre os usuários que melhorem a eficiência e a equidade no uso dos recursos públicos.
Publicado por Annablume Editora em 27/07/2017
Detalhes sobre o arquivo: 199 páginas.

História e meio ambiente

books.google.com.br/books?id=Nw7gWP-ShqsC&dq=meio+amb...
Dos anos 1970 para cá, a História Ambiental vem ganhando terreno, ampliando o número de seus praticantes, acumulando estudos relevantes, alcançando mais países fora do Atlântico Norte. Sua visibilidade é enorme, situação que tem a ver com a continuidade da crise ambiental percebida inicialmente naquela década. O objetivo deste livro é fazer uma apresentação sintética deste novo ramo da História. Colocar o leitor em contato com as pretensões da História Ambiental, indicar algumas de suas especificidades e assinalar as linhas de diálogo com outros domínios da História e disciplinas das ciências naturais e humanas que se afiguram promissoras para o avanço da investigação sobre as inter-relações entre sociedades e ambientes.
Publicado por Annablume em 27/07/2017
Detalhes sobre o arquivo: 144 páginas.

Contabilidade e meio ambiente

books.google.com.br/books?id=z4oy_WYNgtwC&dq=meio+amb...
Publicado por Annablume em 01/01/2003
Detalhes sobre o arquivo: 162 páginas.

Meio ambiente

books.google.com.br/books?id=9qybTrFVKrgC&dq=meio+amb...
Dedicado ao tema do meio ambiente, relacionando-o com a questão dos bens culturais, este livro procura refletir, sistematizar e consolidar a questão do patrimônio cultural e evidenciar a importância do meio ambiente como tema constitutivo de diversas áreas de conhecimento. Essa edição conta com a contribuição de autores professores da USP, cujos textos possuem o mérito de evidenciar a variedade de enfoques, a diversidade de opiniões e de temas e a importância da USP para a sociedade. Também inclui capítulo correspondente ao inventário das áreas físicas da universidade, reconhecidas pela comunidade de seus campi como áreas ambientais importantes. Finaliza o volume a apresentação dos programas e pesquisas que a USP desenvolve nessas áreas. Esta publicação aponta o papel da universidade como instituição capaz de gerar novas formas de atuação para enfrentar a crise da biodiversidade, destacando as iniciativas institucionais que respondem à demanda técnico-científica sobre o tema.
Publicado por EdUSP em 27/07/2017
Detalhes sobre o arquivo: 205 páginas.

Ecolingüística

books.google.com.br/books?id=1SxRgDIrCXkC&dq=meio+amb...
Ecolinguística é definida como o estudo das relações entre língua e meio ambiente, o que significa que ela toma conceitos da ecologia biológica para construir suas bases epistemológicas. Os dois passos iniciais são, portanto, verificar- 1- quais são os conceitos ecológicos mais importantes e 2- quais são seus equivalentes nos estudos da linguagem, ou como são aplicados nela, entre eles, os de ecossistema, diversidade, inter-relações e evolução. A ecolinguística encara os fatos da linguagem em sua dinâmica e em suas inter-relações.
Publicado por Thesaurus Editora em 01/01/2007
Detalhes sobre o arquivo: 462 páginas.
[1] 2345Mais
© 2017 BuscaPDF.com.br - Todos os direitos reservados