em Portuguêsem outros idiomas

Voz, partitura da ação

O ator em cena revela uma relação profunda entre seus recursos vocais e a situação vivida pelo personagem. Assim, a voz pode e deve interferir, modificar a situação e realizar-se como ação vocal. Para estudar essa ação vocal a autora criou uma partitura vocal para registrar os recursos vocais aplicados ao personagem, e, a partir daí, desenvolveu ferramentas para a elaboração da voz, em diferentes situações cênicas. O livro, fundamental na área teatral, amplia tais possibilidades, também para outros profissionais que utilizam a voz em seu dia-a-dia: conferencista, locutores etc.
132 páginas | publicado por Plexus Editora em 2002

A quadrilha

A pesquisa empreendida por Rosa Maria Zamith sobre a quadrilha das festas juninas tem como núcleo gerador o levantamento das partituras guardadas nos acervos públicos da cidade do Rio de Janeiro. A partir daí, a autora reconstitui os trajetos percorridos pelas peças musicais, desde os compositores até os intérpretes, dando especial atenção aos 'mediadores' - as editoras de música - e investiga o caráter socializante da quadrilha, que coexiste em distintos espaços e segmentos sociais.
133 páginas | publicado por Editora E-papers em 2011

Dicionário de acordes para piano e teclados

Uma das dificuldades dos músicos é a distribuição dos acordes de maneira funcional no teclado, a fim de se obter um som eficaz e preencher os vazios que as notas longas da melodia possam causar. Com o objetivo de amenizar essa questão, Luciano Alves escreveu o seu 'Dicionário de Acordes para Piano e Teclados', onde são apresentadas soluções de acompanhamento e uma completa lista de acordes adequados para piano e teclados eletrônicos, dispostos tanto em partitura como em gráficos para melhor visualização.
188 páginas | publicado por Irmãos Vitale em 1996

Dicionário de termos e expressões da música

De 'A', abreviatura de contralto, a 'zydeco', gênero musical vindo da Lousiana, Estados Unidos - passando por 'acid house', 'al-jawza', 'dodecafonismo', 'kulintang', 'pichettato', 'wah-wah', 'zaporojtzi', 'zé-pereira' e um sem-número de outras expressões - o leitor encontrará neste volume mais de 10 mil verbetes cuidadosamente selecionados, extraídos tanto do universo da música erudita como das tradições populares de diversos países e etnias, incluindo os termos específicos mais utilizados em vários idiomas.
382 páginas | publicado por Editora 34 em 2004-01-01

Matrizes da linguagem e pensamento

Sem descrição
431 páginas | publicado por Editora Iluminuras Ltda em 2001

Clã do Jabuti

Uma análise crítica da obra poética de Mário de Andrade, focalizando o livro 'Clã do jabuti' (1927), em que se evidencia a discussão de conceitos musicais em meio à escrita dos versos, demonstrando a construção de um projeto de escrita poética que, embora
218 páginas | publicado por Annablume em 2006

O Melhor de Johnny Alf

Nas melodias sinuosas, harmonias imprevisíveis, ritmo suingado, nascia na década de 50 o movimento musical que encantou o mundo e revelou a melhor e mais moderna música criada no Brasil, a Bossa Nova. No Beco das Garrafas, muitos músicos como Tom Jobim, Jão Donato, Carlos Lyra, Sergio Mendes, Sergio Ricardo, alimentavam suas almas ao som de um jovem pianista, muito moderno para a época, todos aprendiam com Johnny Alf. Este álbum prefaciado por Gutemberg Guarabyra, contém as mais expressivas músicas deste gênio da música popular brasileira. Cada partitura foi revisada pelo próprio compositor onde figuram clássicos como - Céu e mar, Eu e a brisa, Disa, Ilusão à toa, O que é amar, Fim de semana em Eldorado entre outros.
75 páginas | publicado por Irmãos Vitale em 2004

Arranjo, Um Enfoque Atual

Sem descrição
160 páginas | publicado por Irmãos Vitale

Música

Existe uma dimensão visual na música? Para responder a essa pergunta, a autora retoma aspectos históricos e estéticos que relacionam o sonoro ao visual, as relações dos sons com as cores, com o espaço e com as imagens. Debruça-se sobre o compositor húngaro György Ligeti (1923), que realiza trabalhos que aproximam as obras musicais contemporâneas de um público não especializado e oferece uma experiência do que poderia vir a ser uma audição multissensorial na qual mesmo as pessoas não habituadas ao repertório contemporâneo se sintam incluídas. A autora relaciona a filosofia e a psicologia com a estética e a história, mostrando como as obras de arte auditivas ou visuais podem ser fruídas com prazer.
231 páginas | publicado por UNESP em 2004

A Partitura do Adeus

Após a perda da mãe, a menina Lea passa a infância entorpecida pelo luto. Porém, em uma caminhada com Van Vliet, seu pai, ela ouve uma mulher tocando Bach ao violino, na estação de Berna. A garota desperta imediatamente e descobre uma vocação, um talento latente, e passa a sonhar com uma gloriosa carreira como violinista. No entanto suas decisões e a arrogância e a obsessão que acompanham seu crescimento são o prenúncio de terríveis problemas. E Van Vliet, embora inicialmente estivesse radiante com a filha, afunda-se cada vez mais na solidão e se torna uma peça fundamental para sua infelicidade.
182 páginas | publicado por Editora Record em 2013-10-25
  1    2    3    4    5    6    7    8    9    10   Próxima »   Última página »