PDF sobre scielo - editora unesp: 1 a 10 de 100 livros digitais em Português para o Kindle da pesquisa em BuscaPDF [am]

De poeta a editor de poesia: a trajetória de Machado de Assis para a formação de suas Poesias completas

https://www.amazon.com.br/poeta-editor-poesia-trajet%C3%B3ri...
Autor dos mais estudados da literatura brasileira, a atuação de Machado de Assis como poeta, no entanto, só mais recentemente tem recebido a devida atenção da crítica. Sendo assim, o estudo de Fabiana Gonçalves vem suprir uma lacuna que de há muito era sentida pelos pesquisadores machadianos. A pesquisa com as Poesias completas, obra publicada em 1901, visou não apenas estudar a produção poética, como também investigar a figura do editor Machado de Assis na organização da antologia.
Publicado por: SciELO - Editora UNESP | Data de publicação: 01/01/2015
Detalhes sobre o livro digital: eBook Kindle, 404 páginas

Políticas de segurança pública no estado de São Paulo: situações e perspectivas a partir das pesquisas do Observatório de Segurança Pública da UNESP

https://www.amazon.com.br/Pol%C3%ADticas-seguran%C3%A7a-p%C3...
Esta obra apresenta os resultados de uma investigação sobre as políticas de segurança pública, no Estado de São Paulo, no período de 1989 a 2008, realizada por pesquisadores vinculados, direta ou indiretamente, ao Observatório de Segurança Pública da Unesp, campus de Marília (OSP). Durante tal período, que se iniciou com a promulgação de uma nova Constituição, marcada por um amplo repertório de direitos, a segurança ganhou foro de preocupação nacional, estando presente nos principais órgãos da imprensa e nos debates legislativos. Daí a importância deste livro, que analisa sob diferentes perspectivas um vasto leque de problemas afetos à segurança pública, como por exemplo, a eficiência e os limites da ação policial, o acesso à justiça, a reforma da legislação penal, a reforma das prisões, o controle do crime organizado, da corrupção e da própria ação policial, o policiamento comunitário, entre outras iniciativas que merecem ser recenseadas e melhor avaliadas. São temas da maior atualidade e urgência.
Publicado por: SciELO - Editora UNESP | Data de publicação: 01/01/2009
Detalhes sobre o livro digital: eBook Kindle, 553 páginas

Representações culturais da América indígena

https://www.amazon.com.br/Representa%C3%A7%C3%B5es-culturais...
"Esta obra discute a construção da narrativa histórica dos povos indígenas, refletindo sobre seu vínculo tenso e permanente com a perspectiva do Ocidente. Essa relação levou historiadores, antropólogos e linguistas, a partir de diferentes perspectivas e com diferentes tipos de fontes, a remexer nos discursos contidos nos testemunhos para encontrar o tradicional e o novo, o permanente e o que mudou nas representações e na identidade de nossas populações nativas, enfatizando sua contribuição cultural e social à configuração de nossas sociedades modernas e contemporâneas.Nos dez ensaios que compõem este livro, os autores recorrem a fontes documentais – iconografias, crônicas, filmes, registros orais – e à historiografia para abordar diferentes temas relativos à representação cultural dos grupos indígenas."
Publicado por: SciELO - Editora UNESP | Data de publicação: 01/01/2015
Detalhes sobre o livro digital: eBook Kindle, 553 páginas

Política e identidade cultural na América Latina

https://www.amazon.com.br/Pol%C3%ADtica-identidade-cultural-...
O volume é o resultado de um seminário internacional realizado na UNESP no âmbito de um programa de formação redes de historiadores latino-americanos. O conteúdo se desenvolve em torno de duas questões fundamentais: as identidades culturais e a política latino-americana durante o século XX. A identidade cultural é tratada sob diversos ângulos, que vão do exame das representações da nação e do continente latino-americano, ao estudo da produção artística e dos meios de comunicação de massa. Por sua vez, os fenômenos políticos, as relações internacionais e a economia são estudados em conexão com o problema das identidades coletivas na America Latina. Os textos encontram-se organizados em três partes: Intelectuais e Identidades; Cultura Visual e Produção de Imaginários; Processo Político e Relações Internacionais no Cone Sul.
Publicado por: SciELO - Editora UNESP | Data de publicação: 01/01/2010
Detalhes sobre o livro digital: eBook Kindle, 280 páginas

A desconstrução do construtivismo na educação: crenças e equívocos de professores, autores e críticos

https://www.amazon.com.br/desconstru%C3%A7%C3%A3o-construtiv...
A autora faz aqui a defesa da teoria de Piaget e aponta os descaminhos dessa teoria no âmbito educacional, esclarecendo, além de rebater, as principais críticas que se faz a ela. Para isso, levanta e discute ideias comumente encontradas em textos educacionais “ditos construtivistas”, artigos e obras de seus críticos e, ainda, nas concepções que emergem no discurso de professores, buscando identificar equívocos, distorções e congruências.O principal objetivo da autora é mostrar como o Construtivismo tem sido “desconstruído” na área educacional e recolocar a teoria piagetiana em seus espaços próprios – os da Epistemologia e Psicologia. Ela procura analisar as concepções que considera falsas ou simplesmente desvirtuadas sobre o Construtivismo no âmbito educacional a partir do interior da teoria, ou seja, recorrendo a argumentos que se apoiam nos “propósitos, questões e conceitos que informaram o trabalho científico de Piaget”.O livro foi dividido em três partes. A primeira, intitulada “Construtivismo, psicologia e educação” trata de elucidar os conceitos-chave da teoria piagetiana, recordar como o Construtivismo veio a tornar-se uma corrente hegemônica na Psicologia e mostrar sua trajetória na educação brasileira.A segunda parte (“Uma pesquisa sobre os desvios do Construtivismo em professores do ensino fundamental”) apresenta dados quantitativos acerca desses “desvios”, os principais equívocos dos professores e uma interpretação sobre as causas de tal “assimilação deformante”.A terceira parte, “Piaget e seus intérpretes”, é dedicada aos intérpretes de Piaget, incluindo seus críticos. Aborda os “recados” enviados aos professores por autores construtivistas e os “pecados” contidos em certas ideias que se transformaram, inclusive, em slogans, além de questionar mais um caso de “assimilação deformante”.
Publicado por: SciELO - Editora UNESP | Data de publicação: 01/01/2015
Detalhes sobre o livro digital: eBook Kindle, 400 páginas

Como é possível o conhecimento matemático? As estruturas lógico-matemática a partir da Epistemologia Genética

https://www.amazon.com.br/conhecimento-matem%C3%A1tico-estru...
Neste livro, a partir da Epistemologia Genética, objetiva-se explicitar como se constroem estruturas presentes e necessárias na Lógica e na Matemática, através de relações entre estruturas epistêmico-psicológicas, estudadas na Psicologia Genética, e estruturas abstratas, estudadas na Lógica e na Matemática.
Publicado por: SciELO - Editora UNESP | Data de publicação: 01/01/2015
Detalhes sobre o livro digital: eBook Kindle, 267 páginas

Comunicação, cultura e linguagem

https://www.amazon.com.br/Comunica%C3%A7%C3%A3o-cultura-ling...
"Os artigos apresentados neste volume da coleção “Desafios Contemporâneos” têm como objetivo refletir sobre os problemas atuais que marcam o diálogo com o campo acadêmico e científico da Comunicação.Os 18 artigos reunidos aqui contemplam a área de Comunicação e envolvem diferentes linhas de pesquisa. A iniciativa teve como fim expor não apenas as discussões gerais sobre o campo, mas também a experiência singular e atuante dos pesquisadores da Unesp dedicados ao estudo da Comunicação.Três eixos nortearam a organização dos artigos. O primeiro, “Múltiplas formas de linguagem e produção de sentido”, reúne textos que investigam o campo da produção, da circulação e do funcionamento e das estruturas da linguagem nas diversas mídias e nas suas tipologias textuais.“Políticas e estratégias da Comunicação” trata dos processos e fluxos de comunicação no mundo atual e sua relação com a política na sociedade. Já o terceiro eixo, “Relações socioculturais e suas manifestações na esfera da indústria cultural e das mídias digitais”, analisa as dimensões dos processos, da difusão e da recepção dos produtos midiáticos em sua relação sociocultural.Entre os temas abordados estão a comparação entre as linguagens jornalística e publicitária, a censura judicial à liberdade de imprensa, o desafio teórico-metodológico na aplicação da antropologia interpretativa ao campo da comunicação, conjunturas e desafios da educação superior em comunicação no Brasil, a focalização da vida operária no cinema de Leon Hirszman pelo filme Eles não usam black-tie, entre outros."
Publicado por: SciELO - Editora UNESP | Data de publicação: 01/01/2014
Detalhes sobre o livro digital: eBook Kindle, 977 páginas

Profissão: assistente social

https://www.amazon.com.br/Profiss%C3%A3o-assistente-Edm%C3%A...
No presente estudo nossa atenção voltou-se para compreender as condições objetivas e subjetivas do processo de trabalho de assistentes sociais em entidades sociais no município de Bebedouro. A ação profissional já tem sido objeto de análise em diversos estudos, porém, com menos frequência busca-se investigar as reais condições de trabalho que o Assistente Social encontra em seu cotidiano profissional. Nossa análise procura compreender o processo de trabalho do Serviço Social em entidades sociais de modo a descartar a priori, tanto a tendência fatalista que considera o espaço profissional com limites insuperáveis, como a tendência messiânica que considera o assistente social um profissional independente, com autonomia quase absoluta para desenvolver propostas transformadoras da realidade, desconsiderando a verdadeira inserção profissional na realidade concreta. As duas abordagens, tanto a fatalista como a messiânica, não relevam a historicidade social a partir da realização dos homens, as particularidades da profissão e os elementos que a singularizam em determinado momento histórico e em cada processo de trabalho. Procuramos então responder: quem são os profissionais que estão nas entidades sociais? Quais as condições objetivas e subjetivas da ação profissional nesse espaço de trabalho? O que se revela por detrás da cotidianidade, o que há de significativo para além da repetição cotidiana? Nosso universo de investigação foi constituído por todas as entidades sociais regularmente inscritas no Conselho Municipal de Assistência Social - CMAS no ano de 2008. Isso significa que as entidades sociais tinham que estar com suas obrigações em dia com o CMAS referentes ao ano de 2007, como a apresentação de relatórios das atividades realizadas e a prestação de contas junto ao órgão gestor, além de projetos para o ano de 2008.
Publicado por: SciELO - Editora UNESP | Data de publicação: 01/01/2010
Detalhes sobre o livro digital: eBook Kindle, 628 páginas

Palmas, a última capital projetada do século XX: uma cidade em busca do tempo

https://www.amazon.com.br/Palmas-%C3%BAltima-capital-projeta...
Esse livro é mesmo um convite à viagem imaginária que começa por Palmas (TO), mas pode nos levar muito além, em direção a uma cidade em busca do seu tempo, concebida pela autora como construção imaginária, que transforma o espaço urbano em lugar de construção de sentido, criando uma cidade sensibilista. Relações tempo-espaço, compactação temporal, tempo ausente, subjetividade do tempo, polissemia da imagem urbana, semelhanças e diferenças entre Palmas e Brasília, relações (e possibilidades) entre cidade pós-modernista e cidade modernista, proposta de relação entre ciência e arte, entre Geografia e Literatura, transdisciplinaridade... são alguns dos elementos que compõem o livro, expressão do grande desafio teórico-metodológico enfrentado pela autora, que não perde de vista um parâmetro fundamental - as imagens da cidade são os modos de vê-las e vivenciá-las.
Publicado por: SciELO - Editora UNESP | Data de publicação: 01/01/2010
Detalhes sobre o livro digital: eBook Kindle, 706 páginas

Linguagem, educação e virtualidade

https://www.amazon.com.br/Linguagem-educa%C3%A7%C3%A3o-virtu...
A coletânea de textos deste livro analisa os desafios e as possibilidades de uma educação que transcenda os muros da sala de aula e se abra para as linguagens e práticas do mundo. No novo cenário que vai se delineando para a educação do século XXI, o contexto de ensino e aprendizagem de línguas já vem mostrando os efeitos da "Idade Mídia" em que vivemos, sinalizando, também, o importante papel que as novas ferramentas de natureza tecnológica vêm desempenhando na definição de novas posturas e modalidades pedagógicas. Tais aspectos são discutidos por pesquisadores de renomadas instituições de ensino superior, nacionais e internacionais, que propõem três eixos centrais de reflexão: linguagem, educação e virtualidade. Partindo de suas experiências didáticas e reflexões teóricas, os autores colocam em pauta assuntos de relevância para a compreensão das novas demandas que refletem diretamente em áreas como a formação inicial e continuada de professores, o trabalho docente na sala de aula presencial e virtual, o design de materiais didáticos e a forma como os novos meios e práticas incidem no funcionamento da linguagem e no surgimento de novos gêneros discursivos.
Publicado por: SciELO - Editora UNESP | Data de publicação: 01/01/2009
Detalhes sobre o livro digital: eBook Kindle, 257 páginas
[1] 2345Mais
© 2017 BuscaPDF.com.br - Todos os direitos reservados