PDF sobre toxicodependencia: 1 a 10 de 139 arquivos da pesquisa em BuscaPDF [gl]

Álbum de Figurinhas Oficial da Copa do Mundo da Rússia 2018 - Colecione!

Marketing Social & Responsabilidade Social em Organizações Sem Fins Lucrativos

https://play.google.com/store/books/details?id=puMmCgAAQBAJ&...
Os que aderiram e participaram neste Livro: «Com a missão claramente definida, a APAV rege-se por um plano estratégico de desenvolvimento, regra geral com a mesma duração dos protocolos/contratos com o Estado, e que define de forma clara e objetiva as grandes metas a atingir a quatro ou cinco anos, e que se concretiza em cada plano anual de atividades. Uma das componentes do plano estratégico é do marketing social.» Associação Portuguesa de Apoio à Vítima «Não são só as pessoas com deficiência motora ou mobilidade reduzida que têm obrigação de se adaptar ao meio envolvente, mas é a sociedade que deve garantir a estas pessoas todas as condições de participação.» Associação Salvador «O contexto do marketing social não é o do mercado, com uma procura solvente e uma oferta a remunerar, embora o tenha em conta, mas sim o das necessidades e potencialidades humanas: no conjunto das necessidades incluem-se as solventes e, prioritariamente, as não solventes; nas potencialidades, incluem-se não só aquela oferta e o seu potencial de desenvolvimento mas também as capacidades humanas e recursos vários que atuam sem remuneração; Caritas Relativamente aos idosos, os resultados das Terapias Assistidas por Animais (TAA) e das Atividades Assistidas por Animais (AAA),têm-se manifestado quer ao nível da saúde física e psíquica quer ao nível da despesa em médicos e medica¬mentos, quer ainda ao nível da dependência de terceiros para as suas necessidades vitais. Mesmo idosos em depressão profunda, sem interesse pela vida e acamados há muito tempo, passaram a levar uma vida ativa normal, atendendo às suas ida¬des, e deixaram de depender de antidepressivos e de terceiras pessoas. Pravi Estrutura da obra: - O contributo da Cáritas para uma sociedade mais justa e equilibrada - O que é o marketing - Valores & tendências nacionais e mundiais no século XXI - O que é o marketing social e a sua relação com a responsabilidade social - Determinantes da saúde - Situação em Portugal - Responsabilidade social - Identificação dos intervenientes - Fatores externos - Causas ambientais - Segmentação - Causas sociais de acordo com as mudanças pretendidas - Implementação - Ferramentas e ações - Exemplos de campanhas de marketing social -A PRAVI e a sua aposta nos benefícios da interação homem-animal - Monitorização - Conclusões - Onde começa a cidadania Público-alvo: útil a muitos destinatários que entendem o Marketing Social como uma ferramenta de cidadania.
Publicado por Vida Economica Editorial em 13/07/2015

Violência, Agressão e Vitimação

https://play.google.com/store/books/details?id=foYtAgAAQBAJ&...
"É um livro que serve diversos públicos, nomeadamente estudantes e profissionais. É uma obra essencialmente didática, nos seus conteúdos e na sua forma, pois aborda não apenas a intervenção com vítimas e agressores como percorre quase todo o ciclo vital, desde as crianças que são testemunhas de violência doméstica, às díades de adultos, heterossexuais ou homossexuais, vítimas de violência conjugal, passando pelos jovens que, na escola ou no contexto de relações íntimas, sofrem e/ou protagonizam ativamente diversas formas de violência. O didatismo da obra consubstancia-se, ainda, na referência e apresentação de diversas estratégias e programas de intervenção, na proposta de diversas leituras complementares, nas referências às limitações de vários dos estudos apresentados (...). Esta comunidade de autores e de experiências oferece-se como um bom convite à leitura atenta de todos quantos querem ajudar a melhorar o sofrimento dos que se envolvem em interações violentas e abusivas". Madalena Alarcão, in prefácio.
Publicado por Leya em 25/11/2013

A Cinza do Tempo

https://play.google.com/store/books/details?id=Qnp5IugDackC&...
A Cinza do Tempo reúne cerca de 60 crónicas publicadas pelo autor na imprensa entre 1993 e 1997. Nelas encontra o leitor uma reflexão serena e segura sobre alguns dos problemas centrais do nosso quotidiano ... o ensino, a família, a droga, o suicídio juveni
Publicado por Leya em 27/02/2012

A Força da Vontade

books.google.com.br/books?id=JWQYAAAAQBAJ&dq=toxicode...
Nos anos 70, os psicólogos norte-americanos concluíram que as pessoas com maior autoconfiança tinham mais sucesso. O psicólogo social Roy F. Baumeister, que então começava a trabalhar como investigador na Universidade de Princeton, não duvidava. Mas questionou-se: e então as pessoas com baixa auto-estima? O que poderia a Psicologia fazer por elas? Ao longo das décadas seguintes, Baumeister procurou respostas. Analisou estudos anteriores (como o das gomas, de Walter Mischel) e conduziu uma série de experiências pioneiras. Provou que o sucesso depende sobretudo do autocontrolo. E provou também que o autocontrolo pode ser exercitado, tal como um músculo, com resultados surpreendentes. A Força da Vontade sintetiza centenas de artigos científicos publicados por Baumeister, e aqui explicados numa linguagem acessível por John Tierney, especialista em ciência do New York Times.
Publicado por Leya em 05/06/2013

Informação e Saúde Mental: Atas do III Congresso da Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

books.google.com.br/books?id=3TrU6e1US5EC&dq=toxicode...
Publicado por III Congresso SPESM 2011 em 05/06/2013

Conhecimentos, Atitudes e Práticas sobre Planeamento Familiar de Mulheres Timorenses Residentes em Portugal

books.google.com.br/books?id=ff51AjuqBvUC&dq=toxicode...
O presente estudo centra-se nos conhecimentos, atitudes e práticas relativamente ao Planeamento Familiar revelados por mulheres timorenses residentes em Portugal. No enquadramento teórico, aborda-se o Planeamento Familiar na sua globalidade, Timor-Leste nos seus diversos aspectos, e a comunidade timorense residente em Portugal. Trata-se de um estudo de carácter exploratório e descritivo, tendo sido utilizada uma metodologia de natureza qualitativa. Foi seleccionada a entrevista semi-estruturada como instrumento de recolha de dados relativos à população em estudo, que consistiu numa amostra intencional de vinte mulheres timorenses. A análise de conteúdo foi o processo utilizado na análise dos dados. Após ter sido feita a caracterização da população em estudo, procurou-se estabelecer um paralelo entre a situação vivida em Timor-Leste e a que passou a verificar-se após a sua vinda de Timor para Portugal, relativamente ao Planeamento Familiar. Para finalizar, procedeu-se à análise das percepções sobre o aborto. Ao longo da análise, houve simultaneamente recurso à literatura sobre o tema e a informações obtidas por intermédio de informadores privilegiados. As principais conclusões a que se chegou foram as seguintes: • As características culturais, bem como as circunstâncias em que as mulheres timorenses se encontram após terem vindo para Portugal, influenciam as suas atitudes em relação à fecundidade. • Os filhos são muito valorizados pelas mulheres timorenses, sendo quatro o número médio de filhos desejados. A mudança de meio cultural, o acesso a mais informação, a entrada no mundo do trabalho e as dificuldades económicas que se fazem sentir em Portugal são os motivos que levam a que este número seja limitado. • As mulheres timorenses estão mais informadas e recorrem mais ao Planeamento Familiar após a sua vinda para Portugal. Em Timor-Leste a falta de informação; a oposição, por parte da Igreja católica, à utilização de métodos contraceptivos que não os naturais; a iliteracia; a residência em meio rural e o medo do programa de Planeamento Familiar indonésio constituíam limitações ou obstáculos ao Planeamento Familiar. • O programa de Planeamento Familiar indonésio foi considerado coercivo, indo contra os direitos humanos. Foi acusado de ter como objectivo a exterminação do povo timorense por via da contenção da reprodução. Tal seria, ainda, coadjuvado pelo processo de transmigração de indonésios para o território timorense. • A importância do Planeamento Familiar é atribuída aos benefícios económicos e para a saúde que confere, bem como ao facto de permitir maior disponibilidade e atenção prestadas aos filhos. • A maioria das entrevistadas teve gravidezes não planeadas, devidas à falta de informações sobre contracepção e à falha ou interrupção dos métodos contraceptivos utilizados. Consequências negativas atribuídas a certos métodos levaram, em certas situações, a essa interrupção. • Há, no geral, partilha das decisões relativas ao Planeamento Familiar com o parceiro. • São conhecidos e utilizados, em Portugal, mais métodos contraceptivos do que em Timor. • A interrupção voluntária da gravidez é conhecida, em Timor e em Portugal, bem como alguns dos processos utilizados para esse fim. Algumas mulheres confirmam a prática do aborto forçado por parte dos indonésios. • A interrupção voluntária da gravidez é, em geral, desaprovada por questões de ordem religiosa e moral, sendo aprovada apenas em situações específicas.
Publicado por Observatório da Imigração, ACIME em 05/06/2013
Detalhes sobre o arquivo: 237 páginas.

Saúde e qualidade de vida

books.google.com.br/books?id=xr2wQ9HEL6MC&dq=toxicode...
Livro de conferências e comunicações, em texto integral, proferidas no âmbito do V Congresso em Saúde e Qualidade de Vida que teve lugar na Escola Superior de Enfermagem do Porto em fevereiro de 2011.
Publicado por ESEP - Enfermagem Porto em 31/12/2011
Detalhes sobre o arquivo: 377 páginas.

Consumo de Drogas - 5.a Edição Revista e Atualizada

https://play.google.com/store/books/details?id=bqZKDQAAQBAJ&...
Temos a certeza de que conseguir tratar todas as quest?es atinentes ao tema da Droga e uma total impossibilidade humana: primeiro, o tempo urge que coloquemos nas livrarias mais uma edic?o com pequenas e pertinentes atualizac?es sobre a tematica de estudo; segundo, o tempo dos nossos dias assenta na velocidade e voracidade veloz dos segundos disponiveis para podermos apresentar uma total e esgotada construc?o dogmatica do objeto em estudo. O nosso tempo n?o nos permite esta facanha, mas exige que estejamos presentes. A humildade imp?e-nos e dita-nos que devemos optar por sermos servidores da humanidade e transmitir o nosso continuo conhecimento sobre esta materia com as atualizac?es que se exigem por raz?es de alterac?o legislativa e de uma ou outra posic?o jurisprudencial. Do mesmo modo pretendemos crescer com os nossos leitores, em especial alunos dos cursos de Licenciatura, de Mestrado e Doutoramento em Direito, em Portugal e no Brasil, e de Mestrado em Ciencias Policiais, na especializac?o em Criminologia e Investigac?o Criminal, em Portugal, face aos desafios concretos do dia-a-dia colocados a ciencia juridica.
Publicado por Leya em 19/10/2016
Detalhes sobre o arquivo: 377 páginas.

Delinquência a Preto e Branco

books.google.com.br/books?id=ks9dcXRr3c8C&dq=toxicode...
As linhas orientadoras deste trabalho assentam num estudo de caso realizado num Colégio de Reinserção Social para jovens vítimas1 e delinquentes situado em Lisboa. Apoiados essencialmente em metodologias de cariz qualitativo (observação, entrevistas, diário de campo), procurámos ao longo de quatro meses ultrapassar as naturais muralhas defensivas existentes quando se abordam questões tão delicadas como são as práticas desviantes, frequentemente protegidas por efabulações e invenções. Desta forma, dividiremos este estudo em três grandes partes: 1. uma primeira de contextualização dos fenómenos aqui estudados – pobreza, imigração, ‘segunda geração’, criminalidade e delinquência juvenil; 2. a segunda relativa à reflexão teórica, hipóteses de estudo e apresentação da metodologia utilizada; 3. por último, o desenvolvimento destas mesmas questões apoiado na informação recolhida no trabalho de terreno e a apresentação de conclusões.
Publicado por Observatório da Imigração, ACIME em 01/09/2005
Detalhes sobre o arquivo: 263 páginas.

Revista Serviço Social & Sociedade 114

books.google.com.br/books?id=aWxtCQAAQBAJ&dq=toxicode...
Este número 114 da revista Serviço Social & Sociedade apresenta um conjunto de artigos que problematizam demandas e desafios que se colocam para a profissão, quer do ponto de vista da pesquisa e do aprofundamento de conhecimentos que se colocam como fundamento do trabalho do assistente social, quer do ponto de vista de temáticas que estão presentes no exercício profissional cotidiano. Nesse sentido, os textos aqui reunidos abarcam conteúdos relevantes para a pesquisa, para a intervenção profissional e também para o questionamento do significado das atuais políticas que incentivam a privatização de serviços.
Publicado por Cortez Editora em 18/05/2015
Detalhes sobre o arquivo: 200 páginas.
[1] 2345Mais
© 2018 BuscaPDF.com.br - Todos os direitos reservados