PDF sobre artes: 1 a 10 de 1572 arquivos da pesquisa em BuscaPDF [gl]

Artes plásticas na Semana de 22

books.google.com.br/books?id=LHuZVkUgsP8C&dq=artes&hl...
Publicada pela primeira vez em 1970, esta obra, ricamente ilustrada, chega à sua 5a edição, revista e ampliada, com atualização bibliográfica e acréscimo, no apêndice, de dois textos de época inéditos em livro. Referência obrigatória no estudo da história da arte brasileira, expõe o contexto que fez da Semana um divisor de águas no nosso panorama cultural.
Publicado por Editora 34 em 01/01/1998
Detalhes sobre o arquivo: 335 páginas.

As artes de governar

books.google.com.br/books?id=JteNBHNnQigC&dq=artes&hl...
Este livro narra a história do conceito de governo no Ocidente, desde suas origens patrísticas - o 'regimen' como arte de conduzir as almas (século VI) - até sua fixação no vocabulário jurídico-administrativo do Estado moderno (século XVII). Seu objetivo, porém, não é reconstituir as etapas de uma secularização progressiva, mas realçar as mutações que conduziram, por volta do final da Idade Média, à inversão das relações entre o 'regimen' e o 'regnum' (no sentido do poder monárquico). Contrariamente à idéia de que o governo pressupõe a existência do Estado, o autor demonstra que, durante séculos, foram as exigências do regimen que definiram as condições de exercício de poder. É preciso esperar o século XVI - após Maquiavel - para que o Estado, fruto de uma evolução secular, mas trazido por uma crise sem precedente, se imponha como o fundamento da ordem civil e constitua o princípio das práticas governamentais.
Publicado por Editora 34 em 20/09/2018
Detalhes sobre o arquivo: 331 páginas.

Oração de Andre de Resende Pronunciada No Colégio Das Artes em 1551

books.google.com.br/books?id=tHgDfhZdrxYC&dq=artes&hl...
Publicado por UC Biblioteca Geral 1 em 20/09/1982
Detalhes sobre o arquivo: 162 páginas.

Metodologias de pesquisa em artes cênicas

books.google.com.br/books?id=J5Jc_5EokDIC&dq=artes&hl...
Publicado por 7Letras em 20/09/2018
Detalhes sobre o arquivo: 159 páginas.

Como usar as artes visuais na sala de aula

https://play.google.com/store/books/details?id=PctnAwAAQBAJ&...
Como trabalhar artes visuais na sala de aula? Este livro apresenta um roteiro dinâmico e criativo de exemplos práticos e sugestões de atividades que vão além do simples exercício e procuram desencadear reflexões sobre arte, cultura e sociedade. Do desenho - uma das linguagens mais acessíveis - à escultura e ao grafite, este pequeno manual mostra como a leitura crítica de gravuras, retratos e pinturas pode contribuir para o desenvolvimento da percepção, da reflexão e do potencial criativo do aluno. A autora explica como cada atividade deve ser desenvolvida, o que permite ao professor de qualquer área criar projetos com artes visuais.
Publicado por Editora Contexto em 02/03/2011
Detalhes sobre o arquivo: 159 páginas.

Artes do corpo

books.google.com.br/books?id=ErbacXYBB0cC&dq=artes&hl...
Segundo volume da coleção 'Memória Afro-brasileira', 'Artes do Corpo' aborda o legado estético-artístico dos brasileiros de origem africana. As experiências de corpos subjugados e estigmatizados geram uma arte de caráter libertário e mesmo herético, em que o corpo se expressa na confluência de planos complementares - sagrado e profano, artístico e cotidiano, mito e rito - propondo uma fusão singular do sensível e do inteligível - orar com o corpo, dançar com a alma.
Publicado por Selo Negro em 20/09/2018
Detalhes sobre o arquivo: 252 páginas.

Artes plásticas e crítica de arte em Portugal. 2.ª edição

https://play.google.com/store/books/details?id=nDSMCwAAQBAJ&...
Este texto apresenta uma proposta de compreensão das artes plásticas e da crítica em Portugal nos anos setenta e oitenta, na sua relação com os conceitos de vanguarda e de pós-modernismo. Trata-se, num primeiro momento, de traçar uma perspetiva de caráter mais historicista e panorâmico, pautada pela fixação e cruzamento de informação, até à data apresentada de modo disperso ou monograficamente focado. E é precisamente a análise desta informação que nos leva a aceitar a hipótese de que estes conceitos nos permitem o entendimento deste panorama, conduzindo-nos, num segundo momento, a um exercício teórico e epistemológico de definição dos conceitos de vanguarda e de pós-modernismo, os quais, servem, portanto, de fios condutores deste estudo. Este trabalho culmina na análise da prática artística em Portugal no período em questão, concretamente nos eventos coletivos de artes plásticas que se propuseram, conceptual e objectualmente, interrogar e apropriar os conceitos de vanguarda e de pós-modernismo, procurando perceber se, não obstante os tempos e a intensidade da arte portuguesa maioritariamente não terem sido os mesmos dos centros artísticos mais eminentes, estas exposições – Alternativa Zero: Tendências Polémicas na Arte Portuguesa Contemporânea (1977), Depois do Modernismo (1983), Os Novos Primitivos: os Grandes Plásticos (1984), Atitudes Litorais (1984), Arquipélago (1985) e Continentes: V Exposição Homeostética (1986) – conseguem, a seu modo, enriquecer e transformar os conceitos em causa, permitindo uma redefinição da própria história da arte portuguesa deste período.
Publicado por Imprensa da Universidade de Coimbra / Coimbra University Press em 01/11/2015
Detalhes sobre o arquivo: 308 páginas.

Annaes das sciencias, das artes, e das letras

https://play.google.com/store/books/details?id=s5JBiQT11rEC&...
Publicado em 20/09/2018
Detalhes sobre o arquivo: 308 páginas.

Artes visuais

books.google.com.br/books?id=JfGTwqKTdRMC&dq=artes&hl...
Resultado de estudos sobre fontes potenciais de carboidratos, desenvolvidos em projeto financiado pelo Programa Ibero-americano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento e pelo CNPq, este livro analisa a influência dos carboidratos na saúde e na indústria alimentícia. Seus 26 capítulos abordam temas como metodologia analítica, estrutura e propriedades físico-químicas, aspectos clínicos e epidemiológicos dos carboidratos, moléculas biológicas mais encontradas na natureza e nutrientes de grande importância para o homem. Apresentando textos em espanhol e português, a intenção do projeto é oferecer, numa publicação internacional, informações regionais sobre o tema normalmente indisponíveis.
Publicado por EdUSP em 20/09/2018
Detalhes sobre o arquivo: 213 páginas.

As artes da palavra

https://play.google.com/store/books/details?id=kzvlgVgygo0C&...
Uma conversa de um leitor, rigoroso e crítico, mas também apaixonado, sobre o eterno aprendizado da leitura. Em As artes da palavra: elementos para uma poética marxista, o filósofo Leandro Konder faz uma reflexão sobre literatura e realismo. Dividido em duas partes, na primeira, Konder parte da sua experiência e erudição para analisar seis gêneros da expressão literária: poesia, romance, teatro, ensaio, crônicas e cartas. Para cada um dedica um capítulo intitulado "Para ler..." em que o autor, com um texto claro como uma boa aula, discute, desperta o interesse e amplia a compreensão sobre as formas do discurso escrito. Nas suas introduções aos gêneros, Konder trata de questões como por que hoje quase não se lê poesia; o que é um romance; a relação entre o texto teatral e a encenação ao longo da história da dramaturgia até Bertolt Brecht; a dinâmica complexa entre a liberdade artística e a linguagem da ciência nos ensaios; os recursos da crônica, gênero no qual cabe tudo, menos ser chato; e o lugar da carta dentro da literatura. Na segunda parte do livro, o autor parte para um desenvolvimento original do conceito de realismo na literatura, a partir da análise e comparação de um romancista notadamente realista, Honoré de Balzac, com a busca ao que existe de realismo na obra de Fernando Pessoa, um poeta que inventava inclusive os autores de seus poemas. Fortemente inspirado pelo filósofo húngaro György Lukács, Konder busca uma definição do que é realismo e sua relação com a força das grande obras de arte.
Publicado por Boitempo Editorial em 26/10/2015
Detalhes sobre o arquivo: 112 páginas.
[1] 2345Mais
© 2018 BuscaPDF.com.br - Todos os direitos reservados